23 abril 2009

SE ME DETIVESSE

Se me detivesse
neste quarto     em pleno dia
o rumor do silêncio branco
poderia encher
um tronco
de silêncio
até à fronte
Assim seria a curva
branca
do dia
do poema




António Ramos Rosa


in NOS SEUS OLHOS DE SILÊNCIO, publicações dom quixote, Setembro de 1970

2 comentários:

ADRIANO NUNES disse...

Domingos,

Ótima postagem!



Abraço forte!
Adriano Nunes.

DM disse...

Caro Adriano Nunes,

Agradeço-lhe a visita e o comentário.

DM