14 julho 2009

TUBO DE ENSAIO

Ponho meu sonho
Dentro do frasco
De vidro. A vida,
No fundo, fica.


Um outro pranto
Quer vir à tona.
Aquela dúvida
Que tanto apronta?


Todo meu mundo
Torna-se visto,
Quando, no filtro
De papel, brilho.


Adriano Nunes


(inédito)


para um melhor conhecimento deste poeta brasileiro, veja-se o seu blog http://astripasdoverso.blogspot.com/ QUEFAÇOCOMOQUENÃOFAÇO, e a entrevista que deu, no blog
http://peneiradorato.blogspot.com/ POEIRA DE SEBO

Sem comentários: